Post-procesamiento en digitalización de cuadros

De Wiki
Saltar a: navegación, buscar

Para o projeto de digitalização de quadros, o pós-processamento das imagens passa por 3 principais etapas: - Entrada de arquivos/dados no software - Processamento - Exportação

1.ENTRADA 1.a) Formatos aceitos para arquivos de entrada:

- Raw: tipo de arquivo “cru”, que reúne vários tipos de dados sobre cada disparo da câmera digital, sendo que boa parte deles é cambiável durante o processamento. Diferente de uma imagem JPEG ou PNG, o raw é um arquivo sem compactação. Cada fabricante de câmeras tem seu formato de raw, ou mais de um, sendo os mais conhecidos .cr2 (Canon) e .nef (Nikon). - JPEG ou PNG: arquivos de imagens já compactadas, sendo estes apenas uma sequência de informações binárias, que quando somadas resultam em pontos RGB (visualização digital) para formar a imagem na tela. - TIFF - (outros a descrever)

Todos arquivos de entrada, independente de seu formato, podem carregar também metadados de autoria, licença de uso, palavras-chave e algumas outras informações sobre o dispositivo que gerou o referido arquivo.

Algo que o Darktable NÃO faz é modificar o raw original. Alguns metadados e informações sobre o arquivo pode ser editados ou adicionados, mas os dados referentes ao momento da captura não serão alterados – por isso dizemos que são exportadas versões compactadas das imagens processadas.

1.b) Organização dos arquivos nas pastas

1.c) Importação

Coleções

Classificação

Visualização

2.PROCESSAMENTO

3.EXPORTAÇÃO